terça-feira, fevereiro 10, 2009

Um Pouco Contrariado...

... mas lá me decidi aceitar a convocatória da Carla, e escrever um daqueles posts com uma carrada de regras a cumprir, para que todos possam ficar a saber pouco ou ainda menos sobre nós. Ainda assim, para quem escreve não deixa de ser um bom exercício, tanto da escrita em si como de síntese, reflexão e autocrítica. Assim sendo, sem obrigar ninguém em particular a fazer o mesmo, deixo aqui aberto o convite a quem estiver interessado (tinha de quebrar pelo menos uma das regras enunciadas). E as regras do desafio são:

1. Disponibilizar um link para o blog(ger) que estabeleceu o desafio
Been there... done that... long time ago.
2. Publicar as regras do desafio no t(s)eu blog.
E que raio estou eu a fazer neste preciso momento, hein?
3. Escrever 6 coisas aleatórias sobre v(n)ós próprios.
Já lá vamos... fica para depois das regras.
4. Desafiar outros 6 bloggers a fazer o mesmo.
O meu grito do Ipiranga... a minha regra quebrada...
5. Comentar nos blogs desses 6 bloggers.
Isso já faço eu sempre que posso!

Então aqui ficam as tais coisas... sobre mim:

1. Gosto de estar com pessoas. A companhia dos amigos é uma espécie de elixir para mim. Um convite para almoçar, jantar ou tomar um café, acompanhado de uma boa dose de conversa é uma espécie de recarga de baterias e uma lufada de ar fresco para ultrapassar a dose de monotonia e rotina que por vezes se tenta apoderar das nossas vidas.

2. Gosto de rir e fazer rir. Quando digo rir é rir com alguém, quando digo fazer rir falo do riso diferente do que é provocado por pretensos palhaços e/ou pretensas palhaçadas. Uma risada genuína resultante de algo que se diz ou que se faz, inesperado ou original, liberta algo no nosso organismo que ainda ninguém conseguiu explicar muito bem, mas que garantidamente só produz efeitos benéficos.

3. Gosto de música. O silêncio para mim só é produtivo e agradável em (poucas) situações muito específicas. Geralmente gosto de ter um som adequado ao meu estado de humor, em cada circunstância, em cada momento. Uma espécie de tentativa de composição de banda sonora para a minha vida.

4. Não gosto de cínicos, hipócritas e afins. É certo que muita gente não gosta (e o dirá também), mas eu nem sequer consigo tolerar facilmente esta espécie. Geralmente topo-os à distância, e não me consigo sentir à vontade na sua presença, nem consigo responder na mesma moeda.

5. Não gosto de egocêntricos, narcisistas e pessoas que em geral necessitam ser o centro das atenções. Prefiro descobrir que alguém tem piada naturalmente, e descobrir essa mesma piada por detrás de uma timidez inicial se preciso for. Quando esta forma de estar forçada nos é impingida por força dos primeiros contactos, não tenho grande aptidão para a aceitar, e acabo por ter o sentimento oposto.

6. Gosto muito de escrever. Gostava de ter a força de vontade, imaginação e criatividade para um dia escrever um livro, mas para já não me visualizo a fazê-lo. Mas como não se deve dizer nunca, talvez esse dia chegue... um dia. Até lá, vou deixando por aqui umas postas de pescada com meia dúzia de parágrafos para saciar esta vontade.

Carla, espero (apesar da regra quebrada) ter respondido à altura do teu desafio.

Fotografia: tirada por mim, disponível na galeria do Olhares.com

8 comentários:

Sunshine disse...

Amigo Marco, fico feliz por teres respondido ao meu desafio. Não ficarei triste se não o tivesses feito mas fiquei contente com o resultado...
Que se lixe as regras! A unica razão que respondi ao desafio que me colocaram é porque achei um bom exercisio de autoreflexão. =P
A maioria destes pontos sobre ti já vim a descobrir sobre ti, mas é sempre muito mais interessante saber a tua perspectiva de ti mesmo.
Fica o resto das reflexões para um jantareco entre amigos! (fica aqui a promessa de marcar um para breve)
Beijoka Grande

Marco disse...

sunshine: ainda bem que a resposta foi à altura do desafio, e ainda bem que a minha perspectiva sobre o meu "eu" não difere muito da perspectiva de quem está de fora (é bom sinal).

Luis Sardinha disse...

Este é um desafio que ainda tenho de parar para o conseguir fazer...

Mas em relação ao teu post, concordo com a Carla, aqueles que te conhecem têm uma opinião muito parecida daquilo que tens de ti próprio (acredita que nem sempre acontece).

Em relação ao jantar, vou deixar-te uma motivação extra para o marcar... Tenho lá um vinho tinto exclusivo que toda a gente diz bem... ;)

Abraço

Marco disse...

luis: deixa mas é de ser preguiçoso e vai cumprir a tua obrigação!

Dani disse...

Belo exercício, sim senhor. E é agradável ver como tens uma boa percepção de ti mesmo. :)

Quanto a fazê-lo eu mesmo, acho que já fiz este tipo de jogo e outros do género, nos 4 anos de existência do meu canto. Mais ninguém está interessado em saber algo sobre mim! LOL

Marco disse...

dani: vê lá bem se é o mesmo desafio... se calhar fizeste aquele em que pedem 5 coisas sobre ti, ou então o outro em que pedem 7 coisas sobre ti.

Eli disse...

lol

Quando estava a ler o que escreveste sobre ti, tive a vontade de dizer "também eu", muitas vezes.

É curioso como gosto da forma como escreves e como me identifico!

:)

Valeu um sorriso a estas horas da noite (madrugada?!)!!!

Quanto ao livro, já reparaste que tens aqui muito "material"?!

Ideias e palavras não te faltam.

:)

É um sonho também meu já cumprido em parte... já escrevi um há uns anitos (não publicado) e há uns meses entrei naquele o qual já deves ter reparado no meu blog...

:)

É engraçado como não conhecemos, mas reconhecemos já as pessoas daqui, com o tempo apenas através da escrita!

:)

Os amigos para mim são o que é a família para os outros, por isso entendo bem o que escreves... são eles a minha maior força. Aliás, alguém disse que os amigos são a família que escolhemos.

:)

Alonguei-me...

FUI

Marco disse...

eli: para quem gosta de escrever imagino que ser autor de um livro possa ser muito satisfatório, ainda que o mesmo possa nunca ser publicado.