sábado, janeiro 24, 2009

Art Noveau... To Be Continued

O instante em que pensamos que já vimos de tudo um pouco, é o momento em que podemos ter a certeza de que não poderíamos estar mais errados. Após um post que escrevi sobre a actividade artística que pode percorrer o cérebro de um pintor da construção civil, eis que tenho subitamente de focar-me noutro tipo de arte plástica dentro da mesma área: a "escultura trolha". Depois das célebres pinturas rupestres do "Interruptor de Escada Mickey" ou do "Interruptor de Escada Iupi", confesso que ainda me consegui sentir surpreendido quando tive a oportunidade de observar o "Urinol de Escada Tombado". Basicamente, todos os dias em que chego ao meu local de trabalho têm um forte potencial cultural e intelectual prestes a revelar-se. Repare-se no estilo único desta obra de arte, que para além de chocar o comum observador pela imagem invulgar que constitui, une a arte ao funcional, o abstracto ao prático, permitindo a qualquer pessoa que trabalhe neste edifício poder optar entre observar uma verdadeira obra de arte e... dar uma mijadela. Sabe-se lá quantas pessoas já entraram neste edifício, mesmo mesmo à rasquinha p'a mijar, e que dariam graças por ter uma obra de arte destas exposta em pleno piso 0? Prometo que num futuro próximo, assim que tiver algum tempo livre, vou percorrer todos os pisos deste edifício em busca de um alargamento dos meus horizontes culturais e intelectuais. Qualquer novidade, podem contar com ela, com direito a reportagem fotográfica, por estas bandas!

5 comentários:

apenas um gajo... disse...

Ou como o teu local de trabalho na verdade esconde um Centro Cultural!!!

Um grande bem-haja

Susy disse...

Devem ter lido este post porque esta escultura já foi removida... esperaremos pela próxima.

Marco disse...

gajo: o que dizes é bem verdade... até o nome CCB é aplicável!

suzy: acredito que esteja a chegar aí uma nova exposição... certamente é uma questão de tempo!

Dani disse...

Os teus empregadores não terão um acordo com um Berardo de vão de escada? :)

Marco disse...

dani: o Berardo é que ainda não descobriu este filão de cultura, senão já tinha comprado o edifício inteiro!