quinta-feira, novembro 27, 2008

E Vão Duas...

Não sou muito supersticioso, mas por vezes quando alguma coisa não corre bem, acaba por nos parecer que corre tudo mal. Depois do último fim de semana complicado, a melhor forma de terminar um domingo triste e de regresso a casa (com pouca vontade) é receber uma prenda de Natal antecipada dos nossos paramilitares da Guarda Nacional Republicana. Foi o meu caso, ao passar no quilómetro 98 da A23. Vale que deu para verificar a sofisticação desta força de segurança. A forma como o Sr. Guarda me abordou e indicou para o seguir em plena autoestrada (arrebanhando de seguida mais 2 ou 3 fotografados como eu) até à saída seguinte... o discurso e a explicação/justificação de que estavam a fazer controlo de velocidade no quilómetro 98 junto à saída de Vila Velha de Rodão, e que eu tinha sido fotografado em infracção... o equipamento informático para proceder à emissão imediata da dita multa... a explicação detalhada das três hipóteses que tinha à escolha (não pagar e ficar com documentos apreendidos, pagar depósito para poder contestar ou pagar a coima e não "bufar")... o "conforto" de proceder ao pagamento imediato através de um terminal multibanco... a gentileza e amabilidade de todos os envolvidos neste processo... deixou-me abismado.

Só me apeteceu espetar um par de estalos ao idiota que estava ao meu lado, que tal como eu levou uma "ripada" de 120 euros, e ainda acabou a conversa despedindo-se com um "obrigado". Obrigado!? Obrigado de quê, meu g'anda palerma? Acredito que os GNR de nova geração tenham treino em hipnose, de tal forma que a maioria das pessoas paga as multas e ainda agradece antes de se ir embora. Eu pessoalmente não disse nada ao sair dali. Talvez fosse dos 120 euros atravessados na garganta, e o fantasma de poder ser considerado reincidente (e consequentemente ter a pena acessória de inibição de condução). É aguardar a cartinha em casa e ver no que dá...

6 comentários:

apenas um gajo... disse...

"...Muito obrigado, e já agora toma lá 5 euritos para um café"...
Foi praticamente uma prestação de serviço :)

Um grande abraço

Luis Sardinha disse...

Oh meu palhaço!

Os nossos amigos paramilitares estão lá para nos proteger a todos. Já vistes algo mais perigoso do que andar a 160Km/h?

Para a próxima coloca mas é o cruise control a 120 a vais descansado até Lisboa, se fosse no meu caso descansado até demais (a 120 era uma sesta que só terminava no rail mais próximo)...

Haja saúde para trabalhar...

Sunshine disse...

Amigo, pensa pelo positivo... pagastes €120 e não €600 =P

Nas auto-estradas

- Acima de 120 e até 150 Km/h as multas são entre 60 e os 300 euros.
- Entre os 150 e os 180 Km/h as multas apresentam valores entre os 120 e os 600 euros.
- Acima de 180 Km/h, a multa pode ser de 240 a 1200 euros, mantendo-se a inibição acessória de conduzir.


Haja saude!
Beijinhos

Marco disse...

gajo: café, só se fosse com um cheirinho de 605 forte...

luis: palhaço é realmente o termo correcto...

sunshine: essa teoria do "podia ser pior" raras vezes me anima...

Dani disse...

Hum... mas digamos que estavas mesmo em infração! Oh pá! Se quiseres, para a próxima, a malta empresta-te aqui o good old XU e aí vais ver que não há infracção que te apanhe :)
E já agora, ali na verificação de palavras saiu-me "grade". Pelo menos não havia disso também. :)
Vá lá, vá lá, não tinha sido a seguir a um jantar nosso ;)

Grande abraço

Marco disse...

dani: denoto um certo tom crítico no teu comentário, como aliás é partilhado pelos restantes comentários do post... deduzo então ser eu o único a circular a mais de 120 nas autoestradas... mea culpa!