quarta-feira, abril 18, 2007

Uma Doninha Especial

Nos últimos tempos tenho-me deparado, no âmbito do que se tem feito pelas artes no panorama nacional, com uma subida de nível impressionante de qualidade em diversas áreas. São responsáveis por isso grandes artistas que temos (alguns deles aos quais é dada pouca ou quase nenhuma importância). Felizmente não é bem o caso dos Da Weasel, sendo que ainda assim constituem um grupo claramente limitado no seu sucesso pelo facto de serem portugueses e apostarem nesse mesmo mercado, e não noutros. Tomei ontem contacto com este álbum (Amor, Escárnio e Maldizer) e devo dizer que a palavra que me ocorre para o descrever, desde a qualidade das letras, da composição e de todo o processo de produção, é apenas "espectacular". Desde músicas que escutamos e ficam gravadas no ouvido, persistindo no tempo, até às mais sérias que servem objectivos claramente definidos, passando por momentos de "parceria" com os GF ("... sou tão nigga que até chateia..."), este álbum está recheado de "guloseimas" para quem o adquirir. Voltando ao aspecto mais genérico do panorama actual que referi à pouco, aproveito para dizer que quem organiza grandes espectáculos como aniversários de canais televisivos e afins, a meu ver faz mal em insistir tanto nas presenças artísticas internacionais. Do que tenho visto acabam por ser as que dão menos brilho ao espectáculo por escassearem precisamente em... espactacularidade. Em muitos sentidos podemos continuar a ser um país da treta, no entanto devemos assumir aquilo em que somos bons.

5 comentários:

Kabe Ludo disse...

Uh uh
Yá yá


Já sei, tem juízo...

Vida Envolvida disse...

Eu continuo a cantarolar até porque esta musica é contagiante e muito cantada pelos artista cá de casa!

Uh uh
yah yeah
faz faz
bebé bebé

Concordo em genero numero e grau, temos sim senhor muitos bons artistas no nosso Portugal!
O prémio revelação para melhor actor vai para ... tcham tcham tcham : Zé Socrates! No filme Sou ou não "Inginheiro"

Bjs

Susana P.

Gonçalo disse...

...concordo contigo, até porque sou defensor da música produzida em Portugal, não é por acaso que a minha banda preferida (Xutos & Pontapés)canta em Português à 29 anos... já agora quando poderes partilha essa tua nova aquisição!... é para poder apreciar melhor as outras músicas, porque um álbum não é só a música de lançamento, na minha opinião, essa acaba por ser a mais enjoativa. A essência, mensagem e qualidade de um álbum normalmente está nas faixas menos badaladas nas rádios e afins...Abraço

Belzebu disse...

É a velha questão da...casa de ferreiro, espeto de pau! Paga-se uma enormidade para contratar vedetas com nome sonante, mas em fim de carreira e ignora-se o melhor que por cá se vai fazendo!

Saudações infernais!

Mary Xu disse...

Já ouvi o cd quase todo e concordo contigo. É muito bom.

É pena certas pessoas não darem o devido valor ao que se faz por cá. Só tipos como o Zé Cabra (ouvi dizer que vai voltar a gravar um cd... medo, muito medo...) é que fazem sucesso...