terça-feira, janeiro 31, 2006

Bill Gates a.k.a. Guilherme Portões

É hoje notícia de primeira página de qualquer jornal nacional que se preze, a vinda de Bill Gates a Portugal. Quem ler um pouco mais do que as letras gordas dos títulos, verá que uma das actividades presentes na agenda do dia, será a condecoração pela parte do nosso presidente Jorge Sampaio (ainda em actividade), com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique. É certo que o PR nos últimos tempos distribui condecorações como quem dá rebuçados a crianças... mas o Bill Gates? Para quem não sabe (eu também não sabia mas fui ver em www.presidenciarepublica.pt) a referida condecoração "visa distinguir os que tiverem prestado: serviços relevantes a Portugal (...) e serviços na expansão da cultura portuguesa, sua história e seus valores". O grau de "Grã-Cruz" é o de maior importancia dos 5 graus que pode ser atribuídos. Portanto, o motivo da condecoração, neste caso, é...? Já agora, e no meio desta onda do governo relativamente a algo chamado "choque tecnológico", bem como a suposta orientação que os serviços públicos deveriam ter em relação a software livre, de código aberto ("open source"), onde é que encaixa a Microsoft? Que custos estão associados ao plano de formação para um milhão de portugueses, que está a ser estabelecido entre a Microsoft e o Estado? "Curtia" saber, uma vez que também vou pagar... Possivelmente vai ser aberta uma excepção, devido à condecoração, e agora todo o "software" passa a ser "à borlix" para Portugal, ao que o Bill diria certamente: "Yeah right... Keep dreaming..."

5 comentários:

daredevil disse...

Já agora convém lembrar que o resto do mundo, em particular nos sectores da administração pública, está a aderir em massa ao open source para reduzir custos (leia-se custos com produtos microsoft) e nós vamos só na direcção contrária, para variar... Deve ser por estas e outras que estamos atrasados mais de 20 anos em relação aos outros... Se calhar daqui a 20 anos vamos aderir ao open source :)

Marco disse...

Pior ainda... tomamos a decisão e dizemos que, tal como o resto do mundo, vamos numa direcção, e depois surpeendentemente (ou não) vamos precisamente na direcção oposta. Uma vez mais, Portugal no seu melhor...

Dani disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Dani disse...

"Este programa 'País a evoluir.exe'encontrou um erro fatal e vai encerrar.
Enviar relatório.
Não enviar relatório."

Kabe Ludo disse...

Pior que a razão de não se saber o porquê da condecoração, são aqueles que leram algures o porque e afirmam categoricamente que o Billzinho, no que diz respeito á caridade, relativamente, e em percentagem é o que mais dispensa aos 'pobrezinhos'...
Não acreditam? Vamos todos a Etiópia ver os laptos semi-roidos e babujados que eles lá tem...oh oh...correndo sob um Windows 98....SE.

Haja juizo...