quarta-feira, junho 11, 2008

Aproveitar o Dia

Por outras palavras, "seize the moment", como dizem os ingleses, ou "carpe diem" como dizem as pré-adolescentes ignorantes com página pessoal no Hi5 (originalmente era latim). Foi o que fiz com um diazito entre o fim de semana e o dia que era de Portugal (mas que entretanto passou a ser de Camões, depois também dia das comunidades e recentemente foi restaurado como dia da raça, numa alusão saudosista à época do Estado Novo) que me permitiu ter um fim de semana para distrair os poucos neurónios que me restam, longe da cidade, para apreciar o bom tempo e a natureza em simultâneo. Apesar de o fazer no meio de uma tarefa a que me propus, deu ainda assim para descansar a mente, enquanto dava cabo do físico. Algumas preocupações pareceram deixar de existir por momentos, o que foi mesmo muito bom. Não fosse o ocasional bombardeamento da comunicação social, daquilo que mais parece o aproximar dos dias do fim em Portugal (e também noutras partes do mundo), teria mesmo sido perfeito. Sinceramente, com tantas coisas más a acontecer à nossa volta, prefiro não escrever nada sobre qualquer uma delas, para não cair num colapso nervoso. Prefiro assim passar o dia a lembrar-me do som do vento, do calor do sol, do barulho das árvores e do fim de semana no meu pedaço de céu.

4 comentários:

Belzebu disse...

Admito que seja uma boa opção, mas este fervilhar de emoções não pode deixar alguém indiferente! As pessoas estão à beira de um ataque de nervos e há que pegar o touro pelos ditos cujos! Não é com violência nem com apedrejamentos, nem tão pouco com a impunidade. Esta classe política merece tolerância zero e só nós, que os alimentamos nas suas incompetências, com a permissividade típica de quem pensa que com o tempo tudo se resolve, é que o pode fazer!

Aquele abraço infernal!

jomaolme disse...

Não é fácil, mas é o melhor que se tem a fazer de vez em qd...fecharmo-nos num mundo só nosso e deixar-mos a vida lá fora rolar...

Bom fim de semana!!

Beijokas

Kabe Ludo disse...

Sei do que falas, não há nada como fazer descansar a mente...com um pouco de trabalho para o corpo...e de preferência num sitio isolado, onde podemos estar à vontade para trajar como nos aprouver, para beber o que nos apetecer e comer como se não existissem analises ao 'castrol'...eu tenho um sitio desses e recomendo a cada um que arranje um para si...e se não arranjar, fale comigo...falta sempre mais um par de braços para fazer qualquer coisa!!!

Eli disse...

Eu tenho "Carpe diem" na minha página de hi5 (acho eu, pois vou lá tão poucas vezes que nem me lembro já)... E SEI que é uma expressão latina! :P

Como sou "amiga", digo-te que sei de uns sítios no campo mesmo divinais para descansar, mas não sou tão amiga ao ponto de te dizer onde é que eles se situam!

lol

Hoje deu-me para isto!... Não foste tu que descobriste este meu lado menos visível no blog?!

HEHE

:P