sexta-feira, março 02, 2007

Raio da Semana...

Esta é daquelas que nunca acabam. E o pior é que vai ter uma ligação praticamente directa com a seguinte, sem direito a dois dias (nem um) em condições para o descanso... menos ainda que as últimas. Mas enfim, tudo por um objectivo maior, que julgo lá ir conseguindo com o passar do tempo. No meio disto tudo nem é o cansaço que me aborrece mais, mas a pena que tenho de não poder estar mais tempo com os amigos. Sempre que não posso ir a uma jantarada ou almoçarada ou até cafezada custa-me. Prefiro estar feito num oito e ir na mesma, estar presente, porque sinto que é mesmo aquilo que de melhor temos na vida. Posso dizer que não sou uma pessoa com muitos amigos, mas sou uma pessoa cujos amigos são dos bons. Daqueles que certamente estarão lá quando eu precisar. Acredito convictamente que vale mais ter alguns destes do que muitos dos outros, que subitamente descobrimos serem apenas conhecidos e pouco mais. Para a porção dos meus verdadeiros amigos que lêem as bacoradas que para aqui vou escrevendo, aproveito para agradecer aquilo que representam para mim. Aproveito para renovar as intenções de muita borga pela frente. A borga é como o sonho. Comanda a vida! Enfim... se calhar nem tanto, mas pelo menos ajuda. Aqui fica por isso mesmo um viva, um hurra, um seja lá o que for, a esta máxima: aos amigos e a muita borga (mesmo sem muito tempo para tal)!

6 comentários:

Kabe Ludo disse...

Estás a falar a minha linguagem...se pudesse (ah malandro do Euromilhões que teima em não sair) era fiesta brava todo o fim-de-semana, com fondues, churrascadas, whiskys, cognacs,cohibas, singstar's, popstar's, legend's, buzz, eye-toys (aiii boooi)...

Mas como não tenho pais ricos, nem me saiu o Euromilhões, é uma vez por mês e sempre que possivel...estás convidado!(ou melhor, estão)

PS Agora deixa-me ir ali á outra capelinha comentar senão levo logo na cabeça...

Haja juizo!

Mary Xu disse...

Pois os verdadeiros amigos costumam ser poucos. Acredito até que existem pessoas que nem um verdadeiro amigo têm na vida. Vivemos tempos em que é cada um por si. Mas os meus amigos, aqueles do coração são sem dúvida tão importantes na minha vida como a minha familia. Aliás acho que por vezes os meus amigos se lembram mais de mim que certas pessoas da minha familia.
Por isso, como disse o kabe ludo, sempre que pudermos vamos nos juntando para conviver e nos divertir, sabendo que sempre que precisarmos, podemos contar uns com os outros.

Luis Sardinha disse...

Concordo em absoluto contigo, não há nada melhor do que ter o prazer de estar com os verdadeiros amigos que falas.

Eu pessoalmente, estranho... Passei alguns anos da minha vida a conviver contigo diariamente e agora passamos imenso tempo sem poder-mos beber uns copos os dois (dois ou mais)!

Ah! e obrigado pelas palavras ;)

Gonçalo disse...

...eu tenho a mesma opinião que tú...fico roído por dentro quando não posso conviver com os poucos mas verdadeiros amigos...contudo, enquanto estamos distantes dos verdadeiros amigos basta por vezes uma simples palavra, por sms, msn ou até mesmo aqui, para nos sentirmos confortáveis por dentro e mais próximos da amizade...um brinde aos amigos!!!!....

Vida Envolvida disse...

Ergam as taças que eu brindo a isso:

- aos verdadeiros Amigos e a muita borga!

;)

Bjs

Susana P.

jomaolme disse...

Sabe tão bem borga com os amigos...realmente tb tenho pena que cada vez seja menos o tempo disponivel.
Levanto tb a minha taça e brindo á amizade!!

Beijokas