terça-feira, fevereiro 27, 2007

Difícil de Entender

Os meus dedos roçam as teclas mas as letras não surgem no ecrã, para formar as palavras que não sei dizer. As minhas expectativas, os meus desejos e anseios muitas vezes não são passíveis de serem traduzidos para algo que não apenas as imagens no meu cérebro. Anseio, tal como toda a gente, por uma vida melhor, sem no entanto me poder queixar do que tenho hoje e já tive ontem. Desejo viver emoções mais fortes do que a força das emoções que vivi até agora. Sei que as vou viver... pelo menos é isso que espero. Talvez o meu subconsciente escute a música que oiço, "Some day, you will find a better place to stay, you'll never need to feel this way again...", segundo os Blackfield. Talvez seja verdade. Esta força e inquietante vontade de mudar que temos em nós é o que nos faz avançar... pelo menos sinto que assim é. Oxalá este movimento perpétuo interior seja isso mesmo e me leve além do que desejo alcançar. A incerteza e a insegurança, em guerra constante com a auto confiança que ainda consigo sentir, fazem o meu coração bater alternadamente e os meus músculos mexer para me levar a percorrer os caminhos que partem das minhas próprias encruzilhadas. As encruzilhadas são difíceis de viver... são o pior, mas também o melhor quando não nos enganamos no caminho. A adrenalina de percorrer um caminho escolhido em alta velocidade é uma droga que nos alimenta até à próxima bifurcação que inevitavelmente irá surgir. E... se nada disto fosse assim... o que seria de mim? Se não tivesse todas estas incógnitas e obstáculos, que garantidamente sei ter, o que faria? Seguir uma vida assente em trilhos, como se de um comboio sem ritmo se tratasse, não faz parte dos meus planos. Prefiro não ver esses carris e conduzir numa estrada com piso irregular... umas vezes mais plana, outras nem tanto. Afinal, se não fossem os obstáculos a ultrapassar, como poderia alguma vez dar valor a tudo o resto? É melhor assim. Poderia continuar a escrever mas continuaria a não conseguir expressar-me na plenitude, por isso descanso as minhas mãos, cerro o meu olhar por agora e inalo um novo sopro para fazer seguir os movimentos voluntários e involuntários que me fazem avançar numa direcção pouco exacta mas inevitavelmente necessária para ser quem sou e o que ainda virei a ser. Se assim não fosse, não era eu.

6 comentários:

Luis Sardinha disse...

Não acho que seja difícil de entender e acho que tens toda a razão, se a vida for fácil não tem piada...

Excelente texto, dos melhores que já escreveste...

Grande abraço

Sofia disse...

Acima de tudo, acho que é preciso ter sempre novos sonhos para concretizar! São eles que nos dão a adrelanina e a força para avançar, tornando a vida interessante!
Podem ser simples... um pôr do sol como esse e a musica dos Blackfield já dão um sonho agradável.

Jokas

Vida Envolvida disse...

Ao ler-te, lembrei-me da musica do variações: "estou bem, aonde eu não estou, porqu`eu só quero ir onde nunca vou!"

A vida, apesar da rotina diaria, é envolvida em mistério e tenho que embrulhar e desembrulhar para assim descobrir as muitas facetas que tenho, ora mãe dedicada, ora profissional(mas nem sempre dedicada), ora esposa fada do lar, ora mulher louca e apaixonada e por aí ... e pensas que para se ser tudo isto é facil??
Não, não é! É preciso imaginação, às vezes com uma simples sms, ganha-se o dia! Surprende para seres surprendido, vais ver que a adrelina correrá pelas tuas veias...

Bjs

Susana P.

Gonçalo Carriço disse...

...é difícil viver na insegurança e na incerteza, pior ainda, se adicionarmos os obstáculos que se atravessam no nosso caminho, contudo é tudo isto que nos faz crescer como Homens, pois obriga a tomar opções, obriga a decidir, obriga a planear, obriga a gerir e obriga a errar...só assim se formam pessoas coerente, honestas e responsáveis... o necessário é ter objectivos e trabalhar todos os dias para alcançá-los...e acredita que o sol quando nasce, nasce para todos...uns mais cedo outros mais tarde, uns com mais luz outros com menos.....mas nasce....

Vida Envolvida disse...

Vim a correr desejar-te um Bom fim de Semana ... faz algo que te ponha a adrenalina a fervilhar!
Senão segue o pensamento que deixo no meu blog!

;)

Bjs

Susana P.

Marco disse...

luis: difícil de entender, mas para o pessoal com a vida fácil apenas.

sofia: segundo o Gedeão, o sonho comanda a vida...

gonçalo: vamos lá a ver se me faço um homenzinho...

susana: antevejo muito pouca adrenalina para um fim de semana recheado de trabalho... mas obrigado na mesma.