segunda-feira, maio 22, 2006

Galardoados

Portugal continua a estar na cauda da Europa em relação a tudo. Num fim de semana em que foram realizados espectáculos com o objectivo de premiar os melhores dos melhores, julgo termos muito a aprender com eventos internacionais, relativamente aos nacionais. Ou seja, quando um grupo com os Lordi vence um evento como o Festival da Eurovisão (quase provocando um AVC ao Eládio Clímaco, que ainda se encontra em estado de choque), em Portugal seria mais do que adequado "reajustar" os modelos de avaliação das principais personagens da "praça". Refiro-me ao evento transmitido pela SIC, os Globos de Ouro. Posso referir a título de exemplo, que uma vez mais, em algumas rúbricas, foram premiados ilustres (praticamente) desconhecidos, ou num extremo oposto personagens que pelo conhecidos que são já não ligam nenhuma a este tipo de reconhecimento. Veja-se o caso do desporto, em que alguns dos premiados foram José Mourinho e Ticha Penicheiro (nem sei se é assim que se escreve o nome, mas sinceramente não quero saber). Então e porque não premiar aqueles que sem qualquer tipo de treino nem apoio oficial, revelam o seu talento nesta mesma área? Refiro-me concretamente a casos como é o nosso presidente da câmara de Lisboa, Carmona Rodrigues (na primeira imagem, dois segundos antes de um "tralho do caraças"), ou até mesmo Durão Barroso (numa "futebolada")! Pelas provas dadas e pelo esforço realizado aqui deixo o meu apelo a quem possa dar o seu apoio a estes atletas (quiçá um dia) de alta competição.

2 comentários:

Kabe Ludo disse...

Eu vi um pouco do jogo do Cherne, sozinho conseguiu fintar-se a si mesmo e trocando os pés, aterrou de barriga com os bracinhos para a frente....errr....digo barbatanas.


Depois do que fez em Portugal...depois do que fez no jogo...tenha juizo e vá ver o Mundial para uma tasca qualquer...

Dani disse...

:)