sexta-feira, maio 12, 2006

Descarrilhado

"Manuel Maria Carrilho fez uma intervenção com duras acusações à SIC (...). Carrilho foi filmado pela SIC Notícias a ter um diálogo tenso com Carmona Rodrigues, recusando a este um aperto de mão. 'Não pensei que estivesse a ser filmado, para gáudio de um espectáculo vergonhoso que a SIC Notícias fez (...)'."

IN Público 11-05-2006


Cambada de malandros... Onde já se viu mostrar realmente como o senhor é. Óbviamente que se o têm avisado ele tinha sido o mais cínico possível, cumprimentando cordialmente o senhor Carmona enquanto pensava numa forma de o estrangular. Estes jornalistas são tramados. Muita sorte teve ele em não se tratar de uma entrevista ao 24 Horas, caso contrário e com algum jeitinho ainda tinham tirado umas fotos com ar de psicopata assassino, tal qual uma sombra negra por cima da careca do Carmona. Com alguns efeitos especiais até se conseguia colocar os dois num ringue de box, com a Bárbara Guimarães em bikini (isso é que era...) a fazer circular o cartaz com o número de "round".

2 comentários:

LFM disse...

Desde de pequeno que não gosto de filosofia e ainda não tinha nascido e já não gostava do Carrilho.

Detesto o seu maneirismo ressabiado, a sua atitude egocêntrica e o seu incontido impulso de se constituir vítima, de um mundo imaginário, onde é rei e senhor.

Para completar o quadro, só mesmo uma esposa, que é mais uma governanta pseudo-intelectual que outra coisa qualquer.

Depois deste livro, qualquer outra obra de ficção é bem-vinda.

Marco disse...

"Manuel Maria Carrilho foi derrotado não pelos comentadores mas pelos comentários que ele próprio atraiu sobre a sua pessoa. Um ano depois, continua, pelos vistos, sem ter percebido nada"

Miguel Sousa Tavares, "Expresso", 13-05-2006