quarta-feira, agosto 02, 2006

Lagostas em Terra

Como se pode observar pelas últimas tendências relativas à temática dos meus posts, as férias teimam em não me sair da cabeça... e assim, hoje lembrei-me de uma outra (nova) atracção das praias portuguesas que gostaria de partilhar: as "lagostas em terra". As lagostas em terra são uma espécie de seres acéfalos, que teimam em ignorar todos os avisos da comunicação social, protecção civil e afins, relativamente ao perigo da incidência do sol nos dias que correm. Antigamente utilizava-se muito a expressão "trabalhar para o bronze". Hoje só faz sentido algo como "trabalhar para a queimadura solar de 3º grau". Eu, que ainda assim abusava um bocadinho, estava na praia no máximo até às 11h... 11h e picos... e novamente ao final do dia. Mas ele era ver os "cromos escarlates", alguns acompanhados das suas crias (de pequenino é que se queima o pepino), todos a chegar na altura em que me ia embora. Isso sim, vale a pena. Nada melhor que meia dúzia de bolhas nas costas para um gajo se sentir um homem a sério. Sim, que essa paneleirice do protector solar é para meninas! Homem com pelos no peito não se importa de ficar bem passado, como se de uma fatia de entremeada se tratasse. Realmente às vezes dava vontade de despejar molho picante para cima! Mas as malucas não eram melhores. Depois é vê-las atar o biquini de todas as formas e feitios (que não aquela para a qual foi desenhado) de forma a "diversificar" a linda marca branca que realça o chamado "bronzeado à buraco do ozono". Enfim, este ano ninguém se pode queixar de falta de cor nas praias portuguesas. E viva o Benfica!

2 comentários:

Impaler disse...

Eheheh
Esses acéfalos andam ai aos molhos e cada vez são mais.
E depois dizem no trabalho "Ah e tal porque tenho cancro na pele..." Inventam cada coisa pa não ir trabalhar !

LFM disse...

Conheço uma suiça que apesar dos meus alertas, quiz a toda a força ir 'morena' para a sua terra.
Resultado, um dia de praia (e único) pois o dia seguinte foi nas urgências do hospital e os outros na cama em repouso.