quarta-feira, agosto 30, 2006

Automóveis Descartáveis

Nem só de coisas simples é feita uma carripana. Hoje à tarde lá tenho eu de ir com o meu carrito ao Sr. Doutor... Parece que até as "pandeiretas" têm coisas complicadas lá dentro. Acontece que existe uma qualquer deficiência genética inerente à parte eléctrica do veículo que teima em dar um ar da sua graça acendendo e apagando indicadores luminosos a seu belo prazer. Alguns deles têm uma resolução simples (indicada convenientemente no manual do utilizador) que sossega qualquer mente mais alarmada pelo facto de, por exemplo, uma luz com um carro e uma chave inglesa desenhada em cima se ter iluminado como se fosse a passagem de ano: "no caso deste indicador se acender, desligue o veículo e volte a ligar a ignição", ao que eu penso: "ainda falam dos computadores"... O problema foi que agora a irritante luzinha resolveu acender por períodos de tempo mais alargados. Como, segundo me informei, quando ela acender de vez provavelmente não conseguirei ligar o carro, tomei a decisão de tentar evitar que isso aconteça... e lá me vou preparar para gastar mais uma pipa de massa num "carrinho de linhas". É o facto de se conseguir gastar quantias de dinheiro consideráveis em carros de brincar que me demove de pensar em comprar carros a sério. Para quando os carros descartáveis, para pessoas menos pretensiosas e que precisam destes veículos para simplesmente ir do ponto A para o ponto B? Luzinhas acesas? Deita-se fora este e tira-se outro da embalagem!

5 comentários:

Dani disse...

Parece-me boa, essa dos carros descartáveis!

...hum... isto não é uma táctica para depois dizeres que não estavas nas melhores condições para o Buzz, pois não? :)

Anónimo disse...

E quando aparece um desenho com o motor e um check por cima??

Marco disse...

Dani: nada disso... quanto muito estarei mais sensível a questões sobre mecânica ou automobilística...

Anonymous: epá... agora com essa é que me lixaste... ainda não tive o desprazer de ver essa luz acesa!

LFM disse...

Essa é que era, mas devemos estar próximo dessa invenção.

Marco disse...

Actualização: Parece que afinal o "problema derivado da questão" da carripana se prende com uma coisa chamada "imobilizador", que tem como objectivo, tanto quanto percebi, fazer com que as chaves do carro tenham de ser programadas (na marca, obviamente) de vez em quando para que este se possa ligar... Sinto-me muito mais feliz por o meu carro ter esta maravilhosa funcionalidade. Iupi!!!