sábado, abril 17, 2010

Ponham-se Mansos!

Não obstante a quantidade de vezes que vemos saírem pérolas da boca dos prezados deputados em pleno parlamento, outro episódio voltou a acontecer. Desta feita, consequência de um diálogo entre Louçã e Sócrates, que transmitem habitualmente uma aura de amor fraterno a quem os costuma observar. O diálogo em causa assumia mais uma forma de pergunta-resposta, sendo que a determinada altura Louçã refere que "de intervenção em intervenção" o primeiro ministro ia "ficando mais manso". O que as câmaras da SIC captaram, foi a posterior resposta de Sócrates a este comentário, devolvendo ao deputado bloquista um elegante "manso é a tua tia, pá". Muito sinceramente, é nestes momentos que fico orgulhoso da nossa classe política. Ninguém os pode acusar de serem uns bananas... de ouvirem e calarem! Espero com uma certa ansiedade pela próxima intervenção do género, tendo esperança de ouvir um dia algo com mais classe, como um "morde aqui a ver se eu deixo", ou "vai mas é mamar na quinta pata do cavalo". Caso estes exemplos sejam demasiado elaborados, basta que os deputados troquem entre si carinhosas referências, como "chupista", "g'anda boi" ou "azeiteiro". Se por outro lado o deputado em discurso for mais eloquente, pode recorrer a algo mais elaborado. Antevejo por exemplo, Jerónimo de Sousa, citando a célebre frase do nosso estimado Fernando Rocha, por exemplo em referência ao nosso primeiro ministro, com o devido sotaque do norte: "olhó filha da puta! azeiteiro! habias de dar c'os cornos la embaixo num rochedo, cabrão, e bir de lá um cangarejo e comer-te o cú!".

2 comentários:

Luis Sardinha disse...

Muito Bom!

Mas se fosse a ti tinha cuidado não vá o Socrates achar que estas a mais e mandar o blogger despedir-te...

Marco disse...

luis: nem ao menos um disclaimerzito daqueles a avisar para conteúdos ofensivos...