sábado, janeiro 02, 2010

Década de... Dez

Cá estamos nós em 2010. Para mim, este vai sem dúvida ser um ano diferente. Muitas vezes entramos num novo ano a pensar naquilo que queremos que nos aconteça, mas o que é um facto é que é praticamente impossível adivinharmos o que vai ser realmente importante. Eu, por exemplo, posso dizer que no início de 2009, não sabia que no final do ano estaria geograficamente a trabalhar num local diferente (ainda que para o mesmo "patrão")... não sabia que problemas familiares teria de enfrentar... não sabia que mudaria de casa... não sabia que perderia um dos meus gigantes... não sabia que chegaria quem, assim que nasceu, se evidenciou claramente como o mais importante da minha vida. Isto tudo em 2009... e no início não antecipava nada semelhante. É óbvio que há sempre um conjunto de objectivos que são traçados, mas o que torna a vida emocionante é a imprevisibilidade da mesma, que resulta de não contarmos apenas com nós próprios para traçar o nosso destino. É em resultado desta breve retrospectiva que tenho alguma ansiedade em relação ao que me espera. Desejo que, em relação ao melhor de 2009, o nível se mantenha, deixando o pior para trás. Nem tudo será possível certamente... nem tudo serão rosas, mas sei também que aquilo que agora me parece menos agradável, esquecerei rapidamente, guardando apenas a memória do que de melhor aconteceu. É assim que funciona a mente humana... é assim que conseguimos sentir saudade e nostalgia quando pensamos no passado... é assim que temos de encarar o futuro. Um excelente 2010 (uma nova década, aliás) a todos os que me lêem!

3 comentários:

Luis Sardinha disse...

Um feliz 2010 para e restante familia. Efectivamente o teu ano de 2009 foi mesmo uma caixinha de surpresas.
Mas uma coisa é certa, "o mais importante da vida" vai sempre fazer-te lembrar o teu gigante não com a tristeza de agora mas com o saudosismo que referiste.

Um grande abraço

Kabe Ludo disse...

Epá..."Década de dez" soa mal!
Uma coisa é dizer "nos anos 80...", outra é dizer "nos anos 10..."

E no inglês não fica melhor "Back in the tenies?" Ténis? Bah!

Nunca mais chegamos a 2020...

Haja juízo!

Anónimo disse...

Apenas esclarecer que a década de dez ainda não começou, visto que (sr de La Palisse) uma década são dez, ora como no começo foi o UM e não o ZERO, as décadas começam sempre no ano terminado em UM, logo a década de dez começará às zero horas do dia um de Janeiro de 2011.
Um bom ano novo para todos
Pai do Marco