terça-feira, janeiro 23, 2007

Televisivo Independente

Hoje dei uma palmadinha nas costas a mim mesmo, e disse "parabéns". Apercebi-me que sou completamente televisivo-independente. Ou seja, não ligo muito à televisão! Situação frequente: chego a casa, e mais facilmente ponho um CD (última aquisição na FNAC: Movimentos Perpétuos - Música para Carlos Paredes, por menos de 5 euros) ou um DVD de um concerto qualquer a tocar (o meu favorito continua a ser o dos Queen em Wembley, mas tenho um MTV Unplugged de uma banda brasileira para mim desconhecida até então - Nando e os Infernais - que me custou cerca de 2 euros no Jumbo, e que já "rodou" umas quantas vezes). Mais facilmente utilizo a TV (dispositivo) para estes efeitos ou para uma brincadeira com os amigos na PSX, do que para efectivamente ver televisão. O facto de não ter TV Cabo talvez ajude, mas foi uma decisão que tomei (não ter). Problema: a pouca televisão que gostaria de ver tem horários impossíveis (reduzir a noite a 4 horas de sono, para ver o Dr. House, não é uma boa opção). Muito provavelmente num futuro próximo, desligo fisicamente a televisão da antena do prédio, e fico definitivamente livre do efeito da "desinformação" televisiva. De qualquer forma, cada vez que fazem obras no prédio cortam o cabo de antena e lá fico eu sem TV (como tem tudo Cabo, ninguém se apercebe), por isso de uma próxima vez, é só não dizer nada... Vivam os jornais, sobretudo os "online"! Viva a rádio (Comercial, Pedro Ribeiro) no caminho para o trabalho! Vivam as conversas de café! Viva! Bem, tenho de ir. Vou mudar o CD (é duplo) e trabalhar mais um bocadinho até chegar o JP (João Pestana)...

5 comentários:

LFM disse...

Os meus parabéns, mas eu sou dependente de TV e de internet.

Marco disse...

Pois... já a Internet confesso que me faz alguma falta também... ;)

Mary Xu disse...

Pois eu já fui independente, mas agora estou viciada na novela da SIC (Páginas da Vida). Nunca fui de seguir novelas, pelo contrário, acho-as ridiculas. Mas esta aborda um assunto que me interessou bastante: a trisomia 21. E agora não consigo deixar de ver.
Mas por um momento bem passado com a PS2, até dispenso a novela!

Gonçalo disse...

...bem, eu quando tenho algum tempo de antena lá em casa, ou seja, a minha boneca vai dormir e eu finalmente posso tirar o dvd das galinhas ou mudar do canal Panda, confesso-me meio dependente de televisão, mas isto porque tenho tv por cabo e tenho uma maior variedade de canais, logo consigo acompanhar algumas séries bem interessantes ou então assistir a documentarios...sim porque os canais generalistas no nosso país nada de novo ou interessante nos mostram....

Dani disse...

Poix... confesso que não sobrevivo sem o AXN...
E porque não Carlos Paredes em vez do Movimento?