sexta-feira, janeiro 05, 2007

Concorrência à EMEL

Atenção a todos! Gostaria de informar que vou abrir um novo negócio, para fazer concorrência à EMEL (Empresa Pública Municipal de Estacionamento): a EMAL (Empresa Privada Municipal de Andamento)! Uma vez que, por via dos aumentos na ordem dos 100%, que o estacionamento em locais com parquímetro sofreu, deixou de ser economicamente viável estacionar o carro em qualquer parte de Lisboa. Os valores anúnciados fornecem como exemplo o pagamento de 5 euros para 4 horas de estacionamento. Desta forma e após algum raciocínio lógico desenvolvido por mim, decidi abrir um negócio em que, em vez de se estacionar o carro, se coloca ou mantém o mesmo em andamento. Em oposição aos parquímetros, estará em cada esquina das ruas de Lisboa um "andímetro". O andímetro é uma pessoa comum cujo único requisito é ter carta de condução (estão abertas as inscrições para quem quiser iniciar uma carreira profissional de futuro, como andímetro). Quando alguém precisa de se deslocar a algum lado, basta entregar o veículo a um andímetro, que se encarregará de andar a passear por Lisboa com a viatura, durante um período a definir. Na hora marcada o andímetro devolverá o veículo ao proprietário. Estudos económicos que realizei provam que é mais rentável pagar o combustível consumido e uma pequena taxa horária, ao andímetro, do que pagar no parquímetro, com todos os constrangimentos associados, como equipamento defeituoso ou avariado. Quando um andímetro não estiver em condições, poderá facilmente ser substituído por outro andímetro que retomará o serviço. Aceito propostas para investimento de capital neste negócio, que representa o futuro do não-estacionamento em Lisboa!

7 comentários:

Luis Sardinha disse...

Posso desde já andiantar-te que eu hoje fui um dos burlad... clientes da EMEL e que nem até pensei que a máquina estava avariada!
Quando de apercebi que para lá ter o carro 4 horas precisava de pagar 5€ (ao contrário dos 2,45€) nem queria acreditar.
Mais um pouco e é mais rentável apanhar um taxi para casa.

LFM disse...

Excelente essa tua ideia e o modelo económico é bastante viável.

Anónimo disse...

Boa ideia, mas não te esqueças de fazer um bom seguro, por via dos andímetros que se esqueçam de voltar ao ponto de partida com as viaturas que lhes forem confiadas...
Father
kisses

Vida Envolvida disse...

Marco, eu tenho carta de condução, posso ser um andimetro, ou será andimetra, sou gaja!?

Acho que é uma mais valia para Lisboa ! Parabéns pela ideia ;)

Bjs

Susana P.

Belzebu disse...

EMEL? Por momentos pensei que irias falar de electomecanica!

Tu sabes do que estou a falar!

eehehe!! Saudações infernais!

Peste disse...

eu tb vou abrir uma empresa... não é para fazer concorrência à emel... mas sim para vender um bem essencial aos clientes da empresa...

Tacos de Basebol

Dani disse...

Brilhante ideia! Conta comigo.