quinta-feira, julho 13, 2006

Disparate Desportivo

O mundial já acabou mas o raio da conversa perdura. Ele são as cabeçadas do Zidane, as ameaças da FIFA, a mãe do Zidane a pedir em público os tomates do Materazzi num prato. Já agora, qual será o objectivo da senhora? Enfim, o circo total e absoluto. Por isso mesmo vou encerrar aqui qualquer tipo de comentários meus alusivos ao mundial de 2006 (mentalizem-se... já acabou) e começar uma nova saga desportiva. O arranque vai ser com dois eventos tão ou mais grandiosos que o referido anteriormente. Mais concretamente, o record batido pelo chinês Liu Xiang na terça-feira passada (ah pois... desta já ninguém sabia, não é?). O senhor estabeleceu um novo record mundial nos 110 metros barreiras, ultrapassando-se assim a si próprio (o anterior record já era seu...) em 3 centésimos. Parece que tinha vento favorável de 1,1 metros por segundo (se fosse com a FIFA era logo desclassificado). Também Tiago Rodrigues venceu em Madrid, uma prova de 800 metros, batendo o seu próprio record pessoal, alusivo a uma anterior prova em Bilbau, na qual também foi vencedor. No entanto, é curioso... não vejo "bandeirinhas" nenhumas a apoiar este atleta. Igualmente curioso... aposto que não se colocam questões no que diz respeito a contribuições fiscais do atleta. Resumindo, vivemos num mundo, no mínimo, "curioso".

4 comentários:

grilinha disse...

Essa do chinês eu por acaso sabia!
De facto, tens razão, e é um facto curioso também o de praticamente toda a gente admitir que o futebol é o desporto-rei e que se devia dar mais valor às outras modalidades, mas depois, na prática, tudo se resume às mesmas atitudes.
E tudo se vai adiando...

LFM disse...

Isso da isenção dos impostos não é para raia miúda...

Kabe Ludo disse...

A questão da isenção fiscal...enfim...

É o papel da Federação pedinchar estes trocos ao Governo, nem que seja para ficar bem vista aos olhos dos jogadores.

E os jogadores precisam desta isenção? Ficas-lhe bem fazer manchetes à conta de peanuts? Acho que não...

De qualquer maneira acho que aqui se emprega o velho ditado:

"Quem não chora, não mama!"

Ditado ao qual adicionei, sempre que o mencionam para justificação de pedinchice, "Quem não chora, não mama...mas quando começares a mamar, pode ser que comeces a chorar"

Meditemos!

sophie_justme disse...

Bem,acho muito bem que se dê importância a outros desportos que não ao futebol,existem vários e iguamente importantes aos quais não é dada a devida atenção...
Quanto ao meu post, relativo aos bébés devo dizer que até eu própria me admirei, porque parece um vírus!!!
Vai comentando....Fica bem! :)