sexta-feira, novembro 09, 2007

Conversa de Malucos

Marco: Boa tarde. Pediram-me para passar aqui pelo balcão para discutir o meu pedido de revisão de spread, no crédito habituação.
Banco:
Diga-me o seu nome por favor.

Alguns minutos passados a vasculhar papelada...
B: O seu pedido de revisão de spread foi aprovado para 0.8% mas terá de fazer um plano poupança e um XYZ.
O XYZ não me recordo, porque o meu cérebro estava a dar mortais encarpados à rectaguarda neste preciso momento.

M: Então e com esta revisão de spread, em quanto fica a minha prestação mensal?
Aproximadamente após 5 minutos de escrita frenética no teclado do computador...
B: Fiz uma estimativa à taxa actual da Euribor e... fica mais ou menos no mesmo valor.
M:
Então e quais são as condições do plano poupança que tenho de fazer?

B: Então, paga 15 euros por mês durante 8 anos e 1 dia. Este período é uma forma de se fidelizar connosco.
M: Fidelizar? Mais do que os 40 anos de empréstimo que tenho pela frente? Mais que aquilo que pago por ser associado e mais ainda que o cartão de crédito que fui obrigado a fazer?
B:
Mas repare... tem filhos? Não tem filhos... mas se ocorrer uma fatalidade, a sua esposa recebe um valor de XYZ.
M: Isso é muito interessante, mas... a minha ideia ao pedir uma revisão de spread que me vai custar 75 euros, era ficar a pagar menos ao final do mês, está a ver? É que o plano poupança eu faço quando e como quiser, se puder.
B: Mas a diferença é que este dinheiro a mais que vai pagar para o plano poupança, é seu!
M: Vou ter que dispor do mesmo ao final do mês durante 8 anos, para esse efeito, certo?
B: Pois... e um dia!
M: Olhe, sinceramente a revisão de 1%, que é já de si uma taxa exagerada, para 0.8% ficou muito aquém do que estava à espera, e noutros bancos que não me conhecem de lado nenhum, consigo melhor. No banco da minha esposa, oferecem condições muito melhores, inclusivamente através da possibilidade de juntar os dois créditos que temos.
B: Ah, mas isso que me está a dizer é outra coisa diferente! Não prefere juntar os dois créditos aqui no nosso banco?
M: Tendo em conta que as vossas condições são piores... NÃO!
B: Pois, mas assim fazemos uma revisão das nossas contas e depois voltamos a contactar. Dê-me os dados da sua esposa...

E foi mais ou menos assim que terminou uma conversa, em que ao invés de sentir que estava a negociar com um banco, senti que estava a negociar com uma mercearia. Talvez o espírito das fusões esteja a afectar os senhores banqueiros, e tenham sido feitas já algumas OPAs pelo comércio tradicional. Qualquer dia apanho um gajo de lápis na orelha e bloco na mão, com aspecto bonacheirão, como gestor de conta. Aguardemos desenvolvimentos...

3 comentários:

Gonçalo disse...

...pá nem fales em bancos, andei um mês num estado mercador(é mais marroquino) a negociar com bancos para o meu empréstimo...onde acabei por dizer tudo o que me estava atravessado na garganta ao meu actual banco, onde descobri que balcões do mesmo banco, é quase bancos diferentes e me tornei quase expert em matéria de crédito habitação ao analisar mais de umas dezenas de simulações. E quase porquê?, porque por mais que analise, por mais que estude, tenho sempre a noção que vou ser roubado...Voltando ao motivo do teu post (revisão de spread), sei que pelo menos isso o balcão(repara, mais uma vez balcão não é banco!) onde solicitei o crédito faz isso de tempos em tempos sem eu solicitar e sem quaisquer custos, e claro só faz a revisão se for para baixo..........acho eu?!?!?!?

Luis Sardinha disse...

Um balcão não é um banco porque o gestor de balcão tem uma margem de lucro e o próprio departamento de crédito também a tem e só abdica caso seja muito necessário.

Por isso aqui vai um conselho, vai a outro banco pede uma simulação (tudo o que é mais de 0.6% esquece)
Agarras nessa simulação e vais ao teu banco e perguntas: conseguem melhor? Se não conseguirem melhor, vou já tratar da papelada da mudança de crédito...

Vais logo ver o gajo a gagejar, deixas o gajo gagejar 5 minutos e pede para falar com o gerente. Vais ver outro a gagejar...

E se não gostares das condiçoes em relação a conta poupança dizes que os outros não obrigam a essas poupanças e q ficas a pagar menos no outro banco.
Vais ver como te baixam o spread e não te obrigam a conta poupança.

Se precisares de uma boa simulação eu dou-te o contacto do meu gestor de conta...

O problema do banco é que para ires mais longe do que os limites do gerente vais ter de esperar e reclamar muito.

Mas uma coisa eu garanto, reclamar funciona e quando reclamas, reclama para a administração do banco.

Estamos num tempo onde mudar de banco custa-nos 0Eur temos de aproveitar esta benece das nossas leis...

Abraço

Marco disse...

Quer-me parecer que mais tarde ou mais cedo, vou mandar os tipos deste banco à fava!