segunda-feira, junho 26, 2006

Verde Código Verde

Fui almoçar ao Chiado e resolvi dar uma volta pela Fnac. Um fenómeno que observo há bastante tempo persiste e merece uma referência neste humilde blog: o fenómeno "Derivados do Dan Brown". É absolutamente incrível a quantidade de livros que existem em resultado da publicação do "Código Da Vinci" de Dan Brown. E o mais assustador é que, apesar de este já ter escrito outras obras, os "derivados" da primeira insistem em aparecer como se de cogumelos se tratassem. Uma experiência interessante para o caro leitor: fazer uma pesquisa no site da Amazon e ver a quantidade de títulos que aparecem. Eu fiz e obtive (só em livros) 917 resultados. Ele é o Código Desvendado, o Código Desbloqueado, o Código Descodificado, os Segredos do Código, o Código do Código, A Chave do Código, o Crack do Código, etc. etc. etc. Enfim, um aproveitamento e exploração do mais cansativo possível. É que ainda por cima o fenómeno também já alcançou outros níveis, como DVD's (53 resultados na Amazon) e até mesmo CD's áudio (hoje vi um que era "Music Inspired by Da Vinci Code"). Até o puro e simples facto de querer gozar com este exagero leva a que se compactue com o mesmo (o caso do livro de vários autores portugueses, o "Código D'Avintes"). Por isso mesmo, e pelo facto de querer escrever sobre o assunto minimizando este efeito, chamo a este "piqueno" texto... "Verde Código Verde". Agora fico à espera que alguém faça o "Verde Código Verde Descodificado"...

6 comentários:

LFM disse...

olha que eu faço ...

Impaler disse...

O VERDE CÓDIGO VERDE DESCODIFICADO

Ingénuo rapazote com 17 anos, recebi o meu primeiro cartão multibanco. Fui logo experimentar, tal não era a novidade. Aquando do pagamento, puxei do meu brilhante cartão, novinho, novinho, e dei-o à empregada que logo o passou na ranhura. Da máquina. "Verde, código, verde" disse ela sem emoção. Para a minha primeira vez, não era isto que eu estava à espera. Pensei uns segundos e, caindo em tentação, disse "Desculpe? O que é isso?". Deslumbrada com a ingénuidade ou com os meus cabelos loiros, ela respondeu "Tem de carregar no verde pa confirmar o valor, digite o código e confirme no verde outra vez". O deslumbramento! Tinha visto a luz e não mais me afastei dela. Para onde quer que vá levo dois, sim dois, cartões multibanco e espero que alguém me diga "Verde Código Verde".

Marco disse...

LFM: Força!!! ;)

Impaler: tal demonstração de falta de conhecimentos tecnológicos a raiar o limite da infantilidade só poderia ser atribuída a uma personagem da estirpe de V. Exa... ;)

Carlos disse...

O Código Da Vinci, foi o último livro do Dan Brown, todos os outros que apareceram em Portugal, foram traduções de livros antigos.

Marco disse...

Carlos: "gracias" pela correcção.

daredevil disse...

incluindo o codigo d'avintes, claro...