terça-feira, junho 20, 2006

Massa Cinzenta

Segundo o Jornal de Notícias de hoje, Cavaco Silva está preocupado com a "fuga de cérebros portugueses para o estrangeiro". Surgem-me, assim de repente, uma série de disparates que poderia dizer sobre este assunto, no entanto prometo limitar-me a uma pequena percentagem para não elaborar demasiado este desabafo que se quer pequeno. Em primeiro lugar parece-me justo dizer que a "fuga dos cérebros portugueses" não é preocupante uma vez que se encontra actualmente em curso uma mega colonização do país por cérebros estrangeiros. Para além da referida colonização, existe também uma taxa de ocupação por cérebros que não valem um neurónio, demasiado elevada (gosto sempre de referir a título de exemplo para estes casos, a classe política) que desta forma não permite a coexistência com a outra estirpe de cérebros (aqueles que funcionam). A principal justificação para a preocupação do senhor presidente com esta fuga, diz respeito à "qualidade" dos cérebros fugidios, mas em relação a isto também não existe grande remédio, uma vez que qualquer cérebro com meia dúzia de neurónios percebe rapidamente que o melhor a fazer é "bazar" daqui p'ra fora. Infelizmente não é o caso do meu, por isso vou-me aguentando por cá, se bem que por vezes já me questione se é o cérebro que quer ficar ou se são as pernas que não dão resposta...

3 comentários:

LFM disse...

Diria mais, se cada cérebro tivesse pernas próprias, há muito que o meu tinha abalado (não há dia em que não me desafie).

Luis Sardinha disse...

Já percebi que não estou sozinho neste dilema. Se não fosse as amarras denominadas de familia e amigos acho que já o tinha feito...

daredevil disse...

Agora já percebi porque é que há pessoas que parecem não ter cérebro... e cada vez mais... FUGIRAM!!!! lol...
A partir de agora vou tratá-los com condescendencia. Em vez de lhes gritar: - Acéfalo!!!, vou simplesmente dizer: - coitadinho, fugiu-lhe o cérebro para o estrangeiro... lol...
Já agora pergunto, quando um cérebro foge, para onde é que vai??? Será que encontra um hospedeiro??? Se assim for, se os cérebros dos outros começarem a fugir para cá, o que é pouco provável, ainda podemos ter uma hipótese de reabilitar os nossos acéfalos... Temos de investir em incentivos a cérebros estrangeiros...
Agora compreendo porque é que o ministro foi demitido depois de comer a mioleira de vaca... Foi um mau sinal pros cerebros em geral... tipo ... até os comemos...Se calhar foi por isso que os nossos também começaram a fugir...
Também há a possibilidade de o ministro, cujo cerebro teria fugido, estar a proceder à sua substituição... como não havia cerebros nacionais nem estrangeiros disponiveis, enfiou um de vaca... e foi apanhado pela SIC...