sexta-feira, agosto 01, 2008

O Mesmo PR de Sempre...

Ainda não tive oportunidade de conversar com muita gente sobre este assunto, mas confesso que o comunicado do Exmo. Sr. Presidente da República durante o dia de ontem, não me surpreendeu. Assim que ouvi a histeria com que foi anunciada uma comunicação do PR na televisão, imaginei logo que a meio do período de férias do próprio assim como da maioria da população, e tendo em conta que nada de particularmente interessante se passa no âmbito da vida política nacional, nada de interessante também poderia resultar de tal intervenção. Assim sendo e apesar da monotonia e indiferença com que escutei o dito comunicado, não posso deixar de constatar a dualidade de sentimentos que experimentei. Isto porque a desilusão é patente quando escutamos o nosso chefe supremo manifestar preocupação para com o estatuto político dos Açores, quando vivemos a situação sócio-económica nacional que vivemos. Ao mesmo tempo é importante e gratificante perceber que nem todas as inconstitucionalidades aprovadas em AR passam pelo crivo do PR. É certo que a maioria passa, mas imagino que, quando um único diploma apresenta 8 medidas que vão contra a constituição, isto possa ser considerado grave. Ainda no âmbito desta dualidade de sentimentos, é de realçar a impotência de uma figura como o PR, que tem de se limitar a fazer "recomendações" enquanto observa o "assassínio" sistemático da constituição. Enfim, resumindo e concluindo, assistimos todos a mais um episódio triste deste nosso Portugal. Acho que estamos a precisar de outro campeonato de futebol ou de mais incêndios para desviar a nossa atenção...

2 comentários:

Kabe Ludo disse...

Ainda não foi desta que veio um discurso "Pela primeira vez na história do planeta, uma espécie tem a tecnologia capaz de evitar a sua extinção...vamos mandar toda a AR, Governos Regionais e eu (PR) inclusive para um planeta distante onde não possamos fazer (muitos) estragos"

Mas prontos...já estava a ver que o nosso PR tinha sido contactado por aliens que queriam invadir a terra...mas népias...Açores...

Bah!
Haja juízo!

apenas um gajo... disse...

Confesso que ainda andei umas horas preocupado antes do discurso, estava certo que a Maria o tinha posto a dormir no sofá e o homem precisava de desabafar

Um abraço