segunda-feira, novembro 06, 2006

Diz Que É Um País

A esta altura o caro leitor está a pensar onde ouviu pela última vez um título começado pela conhecida expressão da língua portuguesa, "diz que...". Os Gato Fedorento fizeram recentemente a sua homenagem a esta pérola da nossa língua, ao criar um programa com o nome "Diz Que É Um Magazine", e eu faço a minha parque com este "piqueno" post. Na realidade trata-se de uma homenagem dupla, uma vez que tento também abranger o nosso país/governo/primeiro ministro/povo. Sim, porque isto de criticar sem assumir responsabilidades é uma gaita do caraças, perdoem-me a expressão. Ouvi recentemente num filme da treta a seguinte frase: "um povo não deve ter medo do seu governo, o governo é que deve ter medo do seu povo"... mas adiante. Voltando ao tema em debate, a motivação veio de um "anúncio" de 10 páginas, colocado estratégicamente na conhecida revista Fortune. Este "anúncio" descreve Portugal como um país acabadinho de sair da cepa torta, quiçá até da pobreza extrema, graças aos hercúleos esforços de Sua Excelência o Sr. Primeiro Ministro José Sócrates. Como restantes anjos salvadores surgem outros quantos ministros do seu executivo. A questão que surgiu logo após a publicação desta propaganda foi: "quem pagou"? Resta dizer que obviamente ninguém se acusou. Por um lado a minha análise deste tipo de auto-propaganda leva-me a concluir que daqui podem advir resultados positivos. Imagine-se por exemplo o investimento que pode ser atraído para o nosso país? Por outro lado, quando esses potenciais investidores descobrirem que a publicidade afinal é... digamos... enganosa, aí é que vão ser elas! Mas enquanto o pau vai e vem folgam as costas, e vale mais cair em graça do que ser engraçado, por isso aqui fica o meu aplauso para a cabecinha pensadora que teve esta ideia brilhante! Um grande bem haja por fazer de todos nós parvos e ignorantes!

3 comentários:

LFM disse...

lol
lol
lol
Aposto que foi sem querer, ou melhor, agora um membro qualquer do governo, após ter lido o teu blogue, descobriu um bela desculpa.

Kabe Ludo disse...

Filme da treta? Filme da treta? Desde quando o filme onde viste essa frase é um filme da treta?
É o que dá maratonas cinéfilas com filmes de terror classe B...a exposição a maus filmes foi de tal ordem que afectou o poder de julgamento :P

Não querendo parecer um basofe, apregoando que a violência resolve uma grande percentagem de coisas, qualquer dia chegamos a um ponto em que tem de haver um maluco que diga "BASTA!"

Claro que gajos malucos a este ponto só lá para o Nuorte, pelo que o titulo do filme seria B de Bingança (com o subtítulo "Penso eu de que...")

Haja juízo.

jomaolme disse...

LOL!!!

Oxalá os investidores não nos levem tudo, qd descobrirem que afinal Portugal não passa de uma treta.