quarta-feira, fevereiro 03, 2010

Mais Tempo Para Mim!

Se houve coisa que me irritou desde que o meu estaminé profissional mudou de localização no final do ano passado, foi o leque de formas possíveis para chegar lá. O primeiro método que testei foi o dos transportes públicos. Se 45 minutos por viagem não choca muito quando, de manhã, apanhamos o comboio e depois o metro para chegar ao local pretendido, um horário incerto de saída do trabalho pode significar uma viagem de regresso superior a hora e meia. Claramente não funcionou, e a eventual necessidade de ter de regressar a casa rapidamente não ajudou. A segunda tentativa passou por ir de carro, o que me fez sentir muito, mas mesmo muito parvo em alguns dias: duas horas de viagem foi o recorde que me levou a repensar se valia a pena a pipa de massa que pagava em estacionamento, versus o suposto ganho de tempo (que afinal muitas vezes não existia). Acabei por regressar às origens e fazer algo que não fazia há uns 10 anos: andar de mota. Assim, e aproveitando a nova legislação em vigor, vi o que mais me agradava no leque das 125 usadas, e arranjei o meu brinquedo novo. Ultrapassada a vergonha que o vendedor me fez passar, quando depois de me perguntar há quanto tempo não andava de mota, a colocou fora do stand e a segurou enquanto eu montava, começo agora a recuperar a segurança de outros tempos e a apreciar as claras vantagens (apesar das desvantagens relacionadas com a época - chuvosa - do ano). 30 minutos é o que levo num mau dia de trânsito, a fazer o percurso que outrora consumia habitualmente mais de uma hora, para cada lado. Claramente, sobra mais tempo para mim!

6 comentários:

Luis Sardinha disse...

Eu lembro-me de alguém a dizer às uns tempos que isso não era opção :)

Acho que fizeste bem...

Abraço

Eu Mesma! disse...

bem...
definitivamente tens um ganho de tempo fantastico mas... com a inconstância temporal que vivemos... palpita.me que alguns dias irás chegar molhado molhadinho ao bendito local de trabalho :)

Anónimo disse...

Little Alex, thanks...

totalylouco disse...

Boa escolha, se quiseres umas dicas de quem ja anda de mota há 11 anos avisa. em relação a chegares molhado... nada que não se resolva facilmente, dou já uma dica - Sobrecalças para chuva da decathlon (quechua), vestem-se facilmente e são impermeaveis :)

Kabe Ludo disse...

Posta uma foto da mota pá!
(ou é aquela?)

Marco disse...

luis: o tempo é um bem muito precioso...

tu mesma: escolhi mal o inverno para andar de mota... tens toda a razão!

anónimo: you're welcome!

louco: segui o teu conselho e comprei umas quechua. tinha umas drenaline mas era preciso descalçar-me para tirar a merda das calças!

kabeludo: a foto não é da própria, mas é igual.